Alugue um carro
Alugue um carro aqui

Vá para Natal e conheça A Costa Branca, o segredo do Rio Grande do Norte

Por Tales Azzi, texto e fotos

A maioria dos turistas que vão a Natal esticam seus passeios pelo litoral norte até, no máximo, São Miguel do Gostoso. Poucos sabem, porém, que é um pouco mais adiante que a costa potiguar fica ainda mais impressionante. Em Galinhos e na Ponta do Mel, já quase na divisa com o Ceará, as dunas de areias alvas (brancas de arder os olhos) enfeitam praias que estão entre as mais belas do Nordeste. Este trecho, conhecido como Costa Branca, é o segredo mais bem guardado do Rio Grande do Norte. Pode ser perfeitamente explorado com um carro alugado e o saudável desejo de conhecer novas paisagens.

Pontos Turísticos 2018: Conheça Galinhos

O espetáculo começa em Galinhos, a 160 km de Natal (seguindo pela BR-406). Trata-se de um dos vilarejos de praia mais isolados da costa potiguar. Fica na ponta de uma península de areia, isolado do continente por um braço de mar e por um mundo de dunas. Para chegar em Galinhos só de bugue seguindo pela areia da praia na maré baixa, ou então de barco. O carro fica num estacionamento gratuito da prefeitura (ao final da RN-402).

A vila de Galinhos até pouco tempo ainda tinha ruas de areia. Ganhou calçamento de paralelepípedos faz pouco tempo. O principal meio de transporte por ali são as carroças puxadas a jegue. A tranquilidade na vila é total e a sensação é a de estar em uma ilha. Galinhos é uma espécie de remédio anti-estresse e a melhor coisa a fazer por lá é justamente curtir aquela paz toda. São 20 km de praias desertas, cheias de dunas. Dá para caminhar por horas sem ver viva alma na praia. Os passeios por ali são feitos de bugue, que rodam sobre as montanhas de areia e levam até o farol de Galinhos, que fica bem na ponta da península a orientar os barcos cargueiros que passam por ali levando o sal das salinas da vizinha Guamaré. Outro passeio é de barco, que os visitantes pelos braços de mar, contornando os manguezais até ancorar ao lado de alguma prainha deserta. O passeio com o Júnior Tubarão, inclui até um almoço com sashimis e ceviches preparados na hora pelo barqueiro-gourmet. Basta perguntar que qualquer pessoa da vila indica a casa do Tubarão. No jantar, a melhor opção é seguir para o restaurante Frutos do Mar, onde o casal Lânia e Lorimar preparam um polvo a lagareiro para comer dando graças aos céus.

 PONTA DO MEL

Pontos Turísticos 2018: Conheça Ponta do Mel

Já a praia da Ponta do Mel, a 350km de Natal, no município de Areia Branca, já perto da divisa com o Ceará, tem jeitão de paraíso não-descoberto. É longe o bastante para desencorajar a maioria dos turistas que viajam para o Rio Grande do Norte. Sorte de quem vai até lá e pode testemunhar seu grande tesouro: as Dunas do Rosado. É o segundo maior conjunto de dunas do Brasil, só menor do que os Lençóis Maranhenses.  O deserto de areia fofa se estende por quase 25 km, acompanhando a praia entre a Ponta do Mel e a cidade vizinha de Porto do Mangue. O lugar já serviu até de cenário para dois filmes religiosos: Maria, Mãe do Filho de Deus, com o Padre Marcelo Rossi, e Irmãos de Fé, com Tiago Lacerda, ambos dirigidos por Moacir Góes.

Já a praia é uma baía extensa, com mar azul e jangadinhas lançando-se ao mar. Muvuca não há, a não ser um grupo ou outro de pescadores batendo papo ou jogando um futebolzinho lá adiante. Se você não foi a Jericoacoara duas décadas atrás e gostaria de saber como é um paraíso tropical do Nordeste em sua face ainda original basta ir para a Ponta do Mel hoje.

Outra curiosidade é que esta região é a única em todo o Nordeste brasileiro onde o sertão alcança à beira-mar. O clima é semi-árido, o que se traduz em muito sol e pouca chuva. A vegetação típica na região é a caatinga, com mandacarus e arbustos de galhos retorcidos. Cabras e jegues circulam livres pela praia, sobrevoados por carcarás. Nos botecos da vila, o pescador e o sertanejo agricultor entornam juntos umas biritas depois de um dia de trabalho. Provavelmente, nem se dão conta de que vivem num dos trechos mais belos e inusitados do litoral do Brasil.